Whitney Museum

Whitney Museum é um museu dedicado à arte contemporânea, especialmente de artistas americanos dos séculos XX e XXI

Whitney Museum by gigi_nyc (https://www.flickr.com/photos/76807015@N03/)

Whitney Museum é um museu com foco em arte contemporânea, especialmente de artistas americanos dos séculos XX e XXI, sendo um dos mais reconhecidos do mundo sobre o tema. Desde o ano de 2015, a nova sede do museu localiza-se no Meatpacking District, uma região de Manhattan que está se popularizando entre os turistas nos últimos anos, próximo de outros pontos turísticos, como o High Line Park, por exemplo.

História

A históra do Whitney Museum teve início no ano de 1929, quando a colecionadora de arte e filantropa Gertrude Vanderbilt Whitney ofereceu a sua enorme coleção de mais de 500 obras de arte contemporânea para o Metropolitan Museum of Art, que recusou o gesto. Nesse período, a preferência dos maiores museus de Nova York era pela arte modernista de artistas europeus, o que acabou motivando Gertrude a abrir o seu próprio museu, cujo foco estaria nas obras de arte contemporânea que colecionou ao longo dos anos.

Assim, o Whitney Museum foi fundado em 1931, inicialmente em uma locação no Greenwich Village. Nas décadas seguintes, o museu mudou de endereço outras duas vezes, tendo permanecido por quase cinquenta anos na Madison Avenue, no Upper East Side. Porém, o desejo de se expandir levou o Whitney Museum a se mudar novamente em 2015 para o Meatpacking District, uma região que vem se popularizando bastante nos últimos anos.

A nova sede do museu, projetada pelo arquiteto italiano Renzo Piano, se destaca pelo seu design moderno e atrativo, com terraços e paredes envidraçadas que permitem que os seus visitantes tenham uma linda vista de Nova York enquanto apreciam as suas exposições.

O que ver no Whitney Museum?

Reconhecido por sua estrutura ampla e moderna, o novo edifício do museu conta ainda com o restaurante Untitled, uma cafeteria, um teatro e uma lojinha bastante variada de lembranças do local, tudo isso com o intuito de permitir que os turistas aproveitem a sua visita ao museu pelo tempo que desejarem.

Com obras contemporâneas que levantam bandeiras e evidenciam discussões muito presentes nos dias de hoje, o museu possui salas e exposições dedicadas inteiramente a temas como feminismo, imigração e política norte-americana. Outra característica interessante do local é que existem muitas exposições temporárias, o que possibilita que os turistas sempre encontrem muitas obras inéditas a cada vez que o visitam.

Ao todo, o museu possui uma área espaçosa de cerca de 1200 metros quadrados de exposições, que incluem obras de grandes artistas norte-americanos como Edward Hopper, Robert Henri e George Luks. São tantas as opções do que conhecer no Whitney Museum que grande parte dos turistas que o visitam acabam retornando posteriormente.